Roteiro para cinema

Publicado a 18/01/2017, 01:55 por Luis Pitta -org-   [ atualizado a 18/01/2017, 03:45 ]
Documento interessante sobre a construção de um roteiro para cinema:
https://dicasderoteiro.com/2011/05/03/como-escrever-um-roteiro-um-guia-de-roteirismo-parte-1/


Modelo de Página de Roteiro

Writers Store & Screenwriting Pro Sample Screenplay Final.fdx

Balões (de cima para baixo):

Esquerda:

Fade In:

O primeiríssimo item na primeira página deve ser esta expressão.

Cabeçalho de Cena

Uma descrição, em uma linha, da locação e da hora do dia de uma cena.

A Primeira Aparição do Personagem

Uma descrição do personagem; o nome deve estar em MAIÚSCULAS.

Personagem

O nome do personagem sempre aparece sobre seu diálogo.

Subcabeçalho

Para quando um cabeçalho de cena completo não é necessário.

Mais e Continua:

Use Mais e Continua entre as páginas, para indicar que o mesmo personagem ainda está falando.

Intercut:

Instruções para uma série de cortes rápidos entre duas locações de cena.

Direita:

Ação

A descrição narrativa dos eventos de uma cena.

Transição

Instruções para a edição do filme.

Diálogo

Falas do discurso de cada personagem.

Rubrica

Direção de ação ou de postura para um personagem.

Extensão

Uma nota colocada após o nome do personagem para indicar como a voz vai ser ouvida na tela.

Número da Página

Colocado a 1,3 cm do topo, alinhado à direita.


O Que é um Roteiro?

Nos termos mais básicos, um roteiro é um documento de 90 a 120 páginas escrito em fonte Courier 12pt em um brilhante papel branco tipo Carta (Letter) de 279 × 216 mm (11 × 8½ polegadas), com três furos. Quer saber por que a fonte Courier é usada? É uma questão de tempo. Uma página de roteiro formatada em fonte Courier equivale a cerca de um minuto de tempo na tela. É por isso que a contagem média de páginas de um roteiro deve ser entre 90 e 120 páginas. As Comédias tendem a estar no lado mais curto (90 páginas, ou 1 ½ hora), enquanto os Dramas duram mais (120 páginas, ou 2 horas).

Um roteiro pode ser uma obra original ou baseado em uma história real ou numa obra previamente escrita, como um romance, uma peça de teatro ou um artigo de jornal. Em sua essência, um roteiro é um projeto para o filme que ele se tornará um dia. Os profissionais no set de filmagem, inclusive o produtor, o diretor, o cenógrafo e os atores, todos traduzem a visão do roteirista usando seus talentos individuais. Como a criação de um filme é basicamente uma arte colaborativa, o roteirista deve estar ciente do papel de cada pessoa e, como tal, o roteiro deve refletir o conhecimento do escritor.

Por exemplo, é fundamental lembrar que o cinema é essencialmente um meio visual. Como roteirista, você deve mostrar o que está acontecendo em uma história, ao invés de contar. Um monólogo interno de duas páginas pode funcionar bem para um romance, mas é o beijo da morte em um roteiro. A própria natureza do roteirismo é baseada em como apresentar uma história na tela, e momentos cruciais podem ser transmitidos através de algo tão simples quanto um olhar no rosto de um ator.

A Primeira Página de um Roteiro

Enquanto os softwares de formatação de roteiro como o Final Draft, o Movie Magic Screenwriter, o Movie Outline e o Montage liberam você de ter que aprender o básico das margens e dos recuos, é bom ter uma compreensão das normas de espaçamento em geral.

As margens superior, inferior e direita de um roteiro têm 2,5 cm (1 polegada). A margem esquerda tem 3,8 cm (1,5 polegada). A meia polegada extra (1,3 cm) de espaço em branco à esquerda de uma página de roteiro permite a encadernação com bailarinas, e ainda transmite uma sensação de equilíbrio vertical do texto na página. O documento todo deve ter espaçamento simples.

O primeiríssimo item na primeira página deve ser a expressão FADE IN:. Nota: a primeira página nunca é numerada. Os números de página subsequentes aparecem no canto superior direito, a 1,3 cm (0,5 polegada) do topo da página, alinhado na margem à direita.

Elementos do Roteiro

Abaixo está uma lista dos itens (com as definições) que compõem o formato de um roteiro, juntamente com a informação sobre os recuos. Novamente, o software de roteiro irá formatar automaticamente todos estes elementos, mas um roteirista deve ter um conhecimento prático das definições, para saber quando usar cada um.

Cabeçalho de Cena

Recuo: Esquerda: 0,0 cm Direita: 0,0 cm Largura: 15,2 cm (6.0 polegadas)

Um cabeçalho de cena é uma descrição, em uma linha, da locação e da hora do dia de uma cena, também conhecido como "slugline". Deve ser sempre em MAIÚSCULAS.

Exemplo: EXT. WRITERS STORE – DIA revela que a ação se passa do lado de fora da Writers Store, durante o dia.

Subcabeçalho

Recuo: Esquerda: 0,0 cm Direita: 0,0 cm Largura: 15,2 cm (6.0 polegadas)

Quando um novo cabeçalho de cena não for necessário, mas alguma distinção precisar ser feita na ação, você pode usar um subcabeçalho. Mas certifique-se de usá-los moderadamente, já que um roteiro cheio de subcabeçalhos geralmente é desaprovado. Um bom exemplo é quando há uma série de cortes rápidos entre duas locações, você usaria o termo INTERCUT e os locais da cena.

Ação 
Recuo: Esquerda: 0,0 cm Direita: 0,0 cm Largura: 15,2 cm (6.0 polegadas)

A descrição narrativa dos acontecimentos de uma cena, escrito no tempo presente. Também conhecido, mas menos comumente usado, como direção, exposição visual, blackstuff [N.T.: troço preto? Talvez refira-se ao bloco de tinta negra sobre o papel, já que a ação é a parte mais compacta de escrita de um roteiro, em oposição ao espaço branco], descrição ou direção de cena.

Lembre-se – somente coisas que podem ser vistas e ouvidas devem ser incluídas na ação.

Personagem

Recuo: Esquerda: 5,1 cm (2,0 polegadas) Direita: 0,0 cm Largura: 10,2 cm (4.0 polegadas)

Quando um personagem é apresentado, seu nome deve estar em letras maiúsculas dentro da ação. Por exemplo: A porta se abre e entra LIAM, um mauricinho de trinta-e-tantos anos com atitude de sobra.

O nome de um personagem deve estar em MAIÚSCULAS e sempre especificado acima de suas falas de diálogo. Personagens secundários podem ser mencionados sem nomes, por exemplo: "MOTORISTA DE TÁXI" ou "CLIENTE".

Diálogo 
Recuo: Esquerda: 2,5 cm (1,0 polegada) Direita: 3,8 cm (1,5 polegada) Largura: 8,9 cm (3,5 polegadas)

Falas do discurso de cada personagem. O formato do diálogo é usado sempre que ouve-se um personagem falar, incluindo falas em off e narrações.

Rubrica

Recuo: Esquerda: 3,8 cm (1,5 polegada) Direita: 5,1 cm (2,0 polegadas) Largura: 6,4 cm (2,5 polegadas)

Uma rubrica é uma direção para o personagem, quer seja em relação à postura ou quanto à ação. Com raízes no gênero da dramaturgia, hoje as rubricas são usadas ​​muito raramente, e somente se for absolutamente necessário. Por quê? Por duas razões. Primeiro, se você precisa usar uma rubrica para transmitir o que está acontecendo no diálogo, então ele provavelmente só precisa de uma boa reescrita. Em segundo lugar, é trabalho do diretor instruir um ator em como dizer uma fala, e todos sabem que não se deve invadir o terreno do diretor!

Extensão 
Colocada após o nome do personagem, entre parênteses.

Uma nota técnica abreviada colocada após o nome do personagem para indicar como a voz vai ser ouvida na tela; por exemplo, se o personagem está falando como um narrador, isso apareceria como LIAM (VO).

Transição 
Recuo: Esquerda: 10,2 cm (4,0 polegadas) Direita: 0,0 cm Largura: 5,1 cm (2.0 polegadas)

Transições são instruções para a edição do filme, e geralmente só aparecem em um roteiro de filmagem. Expressões de transição incluem:

  • CORTA PARA:
  • FUSÃO PARA:
  • CORTE BRUSCO:
  • CORTE RÁPIDO:
  • FADE TO:

Como escritor de roteiros de especulação, você deve evitar usar transições, a menos que não haja outra maneira de indicar um elemento da história. Por exemplo, você pode precisar usar FUSÃO PARA: para indicar que uma grande quantidade de tempo se passou.

Tomada 
Recuo: Esquerda: 0,0 cm Direita: 0,0 cm Largura: 15,2 cm (6.0 polegadas)

Uma tomada conta ao leitor que o ponto focal dentro de uma cena mudou. Como a transição, raramente há um momento em que um roteirista de especulação deve inserir direções de tomadas. Mais uma vez, esse é o trabalho do diretor. 
Exemplos de Tomadas:

  • ÂNGULO EM —
  • SUPER CLOSE UP —
  • PAN PARA —
  • PDV DE LIAM —

Roteiro de Especulação Versus Roteiro de Filmagem

Um "roteiro de especulação" significa literalmente que você está escrevendo um roteiro em especulação. Ou seja, ninguém está pagando para você escrever o roteiro. Você está escrevendo-o na esperança de vendê-lo para um comprador. Roteiros de especulação devem ater-se estritamente às regras estabelecidas do roteirismo.

Uma vez que o roteiro é adquirido, ele torna-se um roteiro de filmagem, também chamado de roteiro de produção. Esta é uma versão do roteiro criada para a produção do filme. Ela irá incluir instruções técnicas, como notas sobre a edição do filme, tomadas, cortes e afins. Todas as cenas são numeradas, e as revisões são marcadas com um código de cores. Isto é feito para que os assistentes de produção e o diretor possam, então, organizar a ordem em que as cenas serão filmadas para o uso mais eficiente do estúdio, do elenco, e dos recursos da locação.

Um roteiro de especulação NUNCA deve conter os elementos do roteiro de filmagem. O maior erro que qualquer roteirista novato pode fazer é apresentar um roteiro cheio de jargão de produção, incluindo ângulos de câmera e transições de edição. Pode ser muito difícil resistir a colocar este tipo de linguagem em seu roteiro. Afinal, esta é a sua história e você a vê de um jeito muito específico. Entretanto, fatos são fatos. Se você quer dirigir o seu roteiro, então tente seguir a rota do cineasta independente. Mas se você quer vender o seu roteiro, então atenha-se ao formato aceito dos roteiros de especulação.

Software de Formatação de Roteiro

Um software para escrever roteiros torna simples e direto o roteiro-padrão da indústria. Programas como o Final Draft e o Movie Magic Screenwriter colocam as suas palavras no formato apropriado de roteiro enquanto você digita, deixando você se concentrar em uma história bem contada ao invés de ocupar-se com margens e espaçamento.

Existe também um amplo espectro de softwares para argumentos e desenvolvimento disponíveis para ajudá-lo a juntar suas ideias antes de começar a escrever. Softwares populares de desenvolvimento de histórias incluem o Dramatica Pro, um guia passo-a-passo do processo de contar histórias, o Contour, um sistema de estruturação baseado nos personagens, e o Save the Cat!, um programa centrado nos próprios métodos comprovados do roteirista de sucesso Blake Snyder.

E se você quiser um programa que combine desenvolvimento de histórias e formatação? Confira o Movie Outline, um pacote de desenvolvimento tudo-em-um que utiliza a escaleta para construir a sua história, cena a cena, e o Montage, que inclui tanto o argumento quanto as funções de rastreamento de roteiros enviados.

Encadernação e Apresentação do Roteiro

Assim como para o formato de um roteiro, existem regras muito específicas para a encadernação e a apresentação de seu roteiro. A primeira página é a página do título, que também deve ser escrito em fonte Courier 12pt. Nada de gráficos, de figuras decorativas, apenas o título do seu roteiro, com o "escrito por" e o seu nome no centro da página. Na parte inferior esquerda ou no canto direito, digite as suas informações de contato. Na parte inferior esquerda ou no canto direito você pode botar uma notificação de Registrado, WGA ou de direitos autorais, embora isto geralmente não seja um requisito.

Modelo da Página do Título

Writers Store & Screenwriting Pro Sample Screenplay Final.fdx

Balões (de cima para baixo):

Título

O nome do seu roteiro, em fonte Courier 12pt.

“Por”

O nome do(s) autore(s).

Informações de Contato

Seu ou do seu agente. Inclua o endereço, o número de telefone e o email.

Abaixo está uma lista dos itens de que você precisa para preparar o seu roteiro para ser enviado:

Siga estas instruções para encadernar corretamente o seu roteiro:

  1. Imprima a página de título e o roteiro em papel bem branco, com três furos.
  2. Insira a página de título e o roteiro em uma capa de roteiro. A capa e a contracapa permanecem em branco. Elas estão lá apenas para proteger o seu roteiro. E lembre-se: imagens e texto em capas de roteiro dão a maior pinta de amadorismo.
  3. Insira dois prendedores de latão no primeiro e no terceiro furos. NÃO coloque um prendedor no buraco do meio.
  4. Vire o roteiro ao contrário e passe as anilhas de latão pelos braços dos prendedores. Abra os braços dos prendedores achatando-os contra o roteiro. Use um Martelinho de Encadernar Roteiros para garantir um ajuste firme, plano.
  5. Use os envelopes horizontais de roteiro com fecho auto-colante para enviar seus roteiros aos compradores.
Materiais Para Uma Maior Exploração

Agora que você entende o básico de roteiro, sem dúvida está pronto para continuar a sua exploração do ofício. Os livros listados abaixo são alguns dos guias favoritos de roteirismo da Writers Store.

The Screenwriter’s Bible: A Complete Guide to Writing, Formatting, and Selling Your Script [A Bíblia do Roteirista: Um Guia Completo Para Escrever, Formatar e Vender o Seu Roteiro]

Uma cartilha de roteirismo de primeira linha que oferece uma apresentação concisa dos conceitos básicos de roteiro, junto com cartas de consulta, planilhas úteis, listas de checagem, exemplos de cenas e muito mais.

From Script to Screen [Do Roteiro Para a Tela]

O que entra na confecção dos maiores filmes de Hollywood? Junte-se a Linda Seger e Edward Whetmore enquanto eles analisam roteiros recentes em sua viagem do roteiro para a tela.

Movie Sets 101: The Definitive Survivor’s Guide [Sets de Filmagem Para Principiantes: O Guia de Sobrevivência Definitivo]

De aprender a etiqueta apropriada a ser bem versado no que todo mundo faz, este livro vai conduzi-lo de novato a profissional em menos tempo do que imagina.

Save the Cat! [Salve o Gato!]

Este definitivo guia exclusivo revela os segredos que ninguém se atreve a admitir, contados por um veterano do showbiz que provou que você consegue vender o seu roteiro se puder Salvar o Gato.

Gato salvo



Outras ligações interessantes: