Microsoft‎ > ‎

Documentos fechados (DOCx, Word) vs documentos abertos (G. Documentos, etc.)

Publicado a 15/11/2018, 03:07 por Luis Pitta -org-   [ atualizado a 15/11/2018, 07:41 ]
Sobre os documentos Word partilhados nas Escolas públicas


A partilha de documentos criados a partir do Word disponivel no Office 365 escolar obriga-nos a possuir uma licença paga do referido programa no nosso computador.
A licença custa 150 Euros e inclui o Word, Excel e o Powerpoint. Mais informação aqui.

A instituição escola ao partilhar um documento elaborado na aplicação paga Word está a criar um problema prático (e ético tambem, já lá vamos) a todos os professores e alunos que por razões diversas não possuem a referida aplicação instalada no seu computador. As três principais razões para isso acontecer são as seguintes: porque há alternativas gratuitas mais interessantes, porque não pretendem gastar 150 Euros ou porque preferem não instalar o Word de uma forma ilegal (infelizmente a maioria de nós, nem se apercebe, mas provavelmente a versão do Office instalada no nosso computador encontra-se ilegal, bem como, se encontram ilegais a maioria das instalações do Office existentes nos milhares de computadores espalhados pelas escolas publicas portuguesas).

Alternativas?

Em alternativa o AE de Benfica tem instalado o Google Suite para Educação no seu dominio aebenfica.pt facilitanto assim a criação e edição de documentos de uma forma gratuita e completamente legal.
Para os professores que não utilizam o Word, a alternativa imediata seria a utilizam do Google Documentos que, como já foi refeirdo, é gratuito e não precisa de instalação pois corre a partir do navegador de Internet (Chrome, Firefox, Edge, Safari, etc.). O Google Documentos pode ser acedido atráves da conta Google escolar (G Suite para Educação) atraves do endereço documents.google.com ou a partir do Google DRIVE - drive.google.com

Como entrar na G Suite para Educação do aebenfica.pt?


Uma nota em relação aos logins e passwords do AEBenfica.pt:

O Office 365 para Educação disponivel no agrupamento de escolas, obriga a uma mudança de password de 6 em 6 meses.
O G Suite para educação tambem existente no agrupamento de escolas não obriga a uma mudança de password.
Assim a password atual utilizada para o serviço Office 365 para Educação é diferente da password utilizada no G Suite para Educação. Ou seja:

Office 365 para Educação (Microsoft)

Login: nome.apelido@aebenfica.pt
Password: a atual (alterada de 6 em 6 meses)

Login no G suite para Educação (Google)

Login: nome.apelido@aebenfica.pt
Password: a original (ou outra caso a tenha alterado entretanto)

Ajuda: AEBenfica.pt: Como entrar na G Suite para Educação?

Ou seja, para entrarmos em cada um dos dois serviços, distintos, utilizamos um login que é identico - nome.apelido@aebenfica.pt - no entanto as passwords devem ser diferentes.


A ética escolar na escolha e adopção dos programas informáticos a ser utilizados pela comunidade

A escola pública deve ser isenta, deve dar o exemplo. Estes presupostos devem ser transversais a toda a atividade escolar incluindo as escolhas que se fazem nas plataformas digitais a utilizar por professores e alunos. 
A utilização de programas comerciais com o Word vai contra essa ética pois trata-se de um programa que não é de código aberto, tendo custos adicionais para quem os pretanda utilizar - professores e alunos.

Um exemplo de falta de ética decorrente da prática letiva do professor:

Durante o ano letivo envio aos meus alunos documentos e apresentações feitas no Word e no Powerpoint
O aluno para conseguir visualizar esses conteudos terá de ter instalado no seu computador um programa que custa dinheiro. Não é gratuito!
Será isto correto? "Obrigar" o aluno a ter de pagar para conseguir visualizar estes conteudos? Será isto ético?


Outras alternativas gratuitas de Suites Office que podem ser instaladas no computador:


Lista completa de Suites Office gratuitas: