Photoshop: Tutoriais 2013/2014

12 tutoriais

2013/2014: Enunciado em T3: Photoshop CS6  (PT Geral 1) (Reservado)

Nota importante: 

Estes tutoriais foram feitos a partir dos originais (EN) em:


15. Como criar um ténis com salpicos?

Publicado a 03/06/2014, 17:26 por Matilde Tito   [ atualizado a 25/10/2019, 05:23 por Luis Pitta -org- ]

Este tutorial utiliza técnicas simples para criar um "ténis com salpicos". 
Este tutorial requer uso abundante de copy/paste e também algumas imagens de base que adequam ao propósito. Todas as imagens utilizadas estão apresentadas em anexo.











Preview do resultado final:







Passo nº 1


Crie um novo documento com 1289x1000 pixeís e preencha o fundo com a cor #adadad. Abra o "Metal Package 5" e abra o ficheiro “metal5_1181". Clique em Ctrl + A para selecionar o ficheiro e Ctrl + C para copiar.  Cole a imagem no documento recém-criado (Ctrl + V) e dessature-a (Ctrl + Shift + U). Reduza a opacidade da camada para 24% e mude o modo para Overlay.


Fig. 1 - Fundo do trabalho criado a partir de uma imagem fornecida.




Passo nº 2

Duplique a camada que acabou de criar e mude o seu modo para "Normal". Transforme esta nova camada com uma ferramenta a seu gosto para criar o chão (possivelmente redimensionando-a) e utilize a Eraser Tool ( E ) ou a Layer Mask crie uma transição perfeita entre o chão e o fundo. Se a textura parecer pouco clara ou desfocada, refine-a utilizando um Unsharp Mask Filter.


Fig. 2 - O chão cria-se redimensionando a nova camada, desproporcionalmente, o que dá um efeito de profundidade.




Passo nº 3

Crie uma nova camada (Ctrl + Alt + Shift + N) e reduza a opacidade para 11%. Com um pincel de pontas suaves (B) e cor negra, pinte os as margens o os cantos da camada, para realçar o chão. Crie uma outra camada e com um pincel de pontas suaves e com 700px de tamanho, desta vez tinta branca, crie um único foco no meio da imagem. O ténis será colocado em cima desse foco de luz e isso torná-lo-á o protagonista da cena.


Fig. 3 - O fundo ganha dimensão e o foco de luz criado destacará o sapato.




Passo nº 4

Abra o ficheiro "Shoe" e utilizando a sua ferramenta da seleção predileta (por exemplo o Lasso Tool) seleccione o ténis e cole-o no documento já criado, em cima do foco de luz.


Fig. 4 - O ténis foi recortado através do Lasso Tool e foi colocado por cima do foco de luz.




Passo nº 5

Abra o ficheiro "15" do "Paint Tossing Pack". Utilizado a ferramenta Magic Wand, clique no fundo para o selecionar e de pois inverta a selação (Ctrl + Shift + I) para selecionar apenas o salpico. Copie-o para o documento. Posicione o salpico como mostrado abaixo e utilize a Eraser Tool para o misturar com o sapato.




 

  Figs 5 e 6 - O resultado da incorporação do primeiro salpico e uma ampliação da zona de fusão entre o sapato e o salpico.




Passo nº 6

Adicione uma Gradient Map Ajustment Layer ( Layer > New Adjustment Layer > Gradient Map ) para fazer coincidir as cores do ténis com as cores do salpico. Deve clicar na opção "Use Previous Layer To Create Clipping Mask". Ao clicar no Gradient Editor, deve selecionar o ínicio do expectro e alterar a cor para #a48a70 e a última para #c8ad93.



Fig. 7 - O interface do Gradient Editor e os códigos das cores que devem ser alterados (a vermelho)



Crie também uma Curves Adjustment Layer (Layer > New Adjustment Layer > Curves) para escurecer o salpico. Modifique a curva de acordo com a imagem em baixo apresentada.



Fig. 8 - Curva a reproduzir para alcançar a tonalidade de cor desejada.




Passo nº 7

Repita o Passo nº 5, usando o ficheiro "9" do "Paint Tossing Pack". Cole-o e repita o Passo nº 6, criando Adjustment Layers com as seguintes configurações:


Fig. 9 - Configurações a definir aquando da repetição do Passo nº 6 - Gradient Map Adjustment Layer



Fig. 10 - Curva a criar aquando da criação da Curves Adjustment Layer



O salpico criado deve parecer semelhante ao mostrado abaixo.


Fig. 11 - O salpico já se funde com o ténis, mas em caso de dificuldade a Clone Stamp Tool (S) pode ser utilizada para misturar as cores mais uniformemente.



Passo nº 8

Repita as instruções do Passo nº 5 desta vez com o ficheiro "14" do "Paint Tossing Pack". Cole-o como mostrado abaixo.


Fig. 12 - Já com o terceiro salpico colado, e também já colorido.




Para obter a cor pretendida, deve repetir o Passo nº 6 utilizado as seguintes definições:


Fig. 13 - Códigos de cores a utilizar para obter o tom de cinzento pretendido para o terceiro salpico.




Passo nº 9

Selecione a camada do salpico e as duas Adjustment Layers recém adicionadas (clicando na primeira e Shift + Click na última) e carregue em Ctrl + G para criar um grupo. Duplique este grupo ( Layer > Duplicate Group) e coloque-o como mostrado abaixo, utilizando a Free Transform Tool (Ctrl + T). Adicione uma Layer Mask ao grupo criado.


Fig. 14 - O salpico original foi duplicado para criar o quarto salpico.




Passo nº 10

Repita as instruções do Passo nº 5 com o ficheiro "7" do "Paint Tossing Pack". Posicione o salpico como mostrado abaixo, e para atingir a cor desejada, siga as instruções que se seguem.




Fig. 15 - O último salpico foi adicionado.



Para obter a cor correta, as seguintes configurações devem ser definidas.


Fig. 16 - Códigos de cor a aplicar no último salpico.



Passo nº 11

Crie uma nova camada e mova-a para debaixo da camada onde colocou o ténis. Mude o seu modo para Multiply e com um pincel de pontas suaves com tinta preta crie sombra abaixo do sapato. Se for necessário para não ficar demasiado forte, diminua a opacidade da camada.



Fig. 17 - A sombra abaixo do ténis deve ficar suave, como aqui aplicada.




Passo nº 12

O penúltimo passo trata de aplicar camadas que funcionam como filtros e conferem mais dramatismo à imagem. 

Adicione uma nova Gradient Map Adjustment Layer e utilize as cores pré-definidas (preto e branco). Mude o seu moda para Overlay e reduza a opacidade desta camada para 74%. 
Para dar mais contraste, adicione um Black&White Adjustment Layer e mude o modo para Overlay, diminuindo também a opacidade para 50%. A imagem deve ficar com o seguinte aspeto:


Fig. 18 - Os efeitos aplicados dão mais contraste à imagem e destacam o trabalho realizado.





Passo nº 13

Por último, o autor do projeto pode assinar o seu trabalho adicionando texto (T).



Fig. 19 - Exemplo do texto que pode ser adicionado, tendo sida utilizada a fonte Impact.






Após de todos estes passos, o resultado final é então o seguinte:







Nota: A grande maioria dos printscreens apresentados foram pertencem ao tutorial feito por Matilde Tito, sendo apenas os referentes 
ao Gradient map e às Curves Adjustment Layers retirados do Tutorial original.


O tutorial original que inspirou este pode ser visualizado através do seguinte link:

11. Como criar um efeito "Digital Display"? (Francisco Correia)

Publicado a 03/06/2014, 02:08 por Francisco Correia   [ atualizado a 02/11/2015, 05:28 por Luis Pitta -org- ]


Resultado final e objetivo:

O objetivo do tutorial é a criação de um efeito especial usando o Photoshop para isso iremos explorar essencialmente o uso dos filtros. O uso de imagens de baixa resolução não afetará o resultado final até salientará o efeito.

Fig.1 - Proposta de resultado final



Ficheiros Necessários


Ficheiros Necessários realização tutorial




Passo 1.

Selecione uma imagem que lhe pareça interessante para trabalhar aqui fica a que utilizei:

Certifique-se que está a usar a gama de cores RGB para tal aceda a Image>Mode


Fig. 2 - Imagem original



Passo 2

Se optar por uma imagem de baixa resolução, use a "Image Size tool" de forma a aumentar as dimensões. Recomendo pelo menos 2000 pixels de comprimento mantenha as opções "Constrain propotions" e "Resample image" ativada. 

Fig. 3 - Janela "Image size" 


Passo 3

Vamos adicionar o primeiro filtro (Filter> Pixelate> Mosaic) com a "cell size" de 8


Fig. 4 - Filtro "Mosaic" 


Passo 4

De seguida adicionamos mais um filtro: (Filter> Stylize> Find Edges)


Fig. 5 - Filtro "Find Edges" 


Passo 5

Para distorcer os limites em circulos, usaremos o filtro "Median" (Filter> Noise> Median) com um raio de 2 pixels.


Fig. 6 - Filtro "Noise Median" 


Passo 6

Seleccione a  "Magic Wand tool" (W) e estabeleça as seguintes definições: "Tolerance" : 8 e ative as opções "Anti-Alias" e "Contiguous"

                                                                                                                 
                                                                                                  Fig. 7 - Ferramenta "Magic Wand" 



 Fig. 8 - Definições Ferramenta "Magic Wand"


Passo 7


Com a "Magic Wand tool" amplie a imagem e clique numa área branca qualquer da imagem. Inverta a seleção (Select> Inverse or Shift+Ctrl+I)


Passo 8


Aplique outro "Median filter" (Filter> Noise> Median) desta vez com um raio de 3 pixels.

 Fig. 9 - Filtro "Noise Median"

Passo 9

Deseleccione  (Select> Deselect or Ctrl+D) e aplique a opção "Auto Levels" (Image> Adjustments> Auto Levels or Shift+Ctrl+L)

 Fig. 10 - Ajustes

Passo 10

Inverta a layer atual (Image> Adjustments> Invert or Ctrl+I)

 Fig. 11 - Inversão 


Passo 11

Duplique a layer atual (Layer> Duplicate Layer or Ctrl+J), mude o "blending mode" da nova layer para "Overlay", e depois junte-as (Layer> Merge Layers or Ctrl+E).

                                                                                                   Fig. 12 - Alterar "Blending Mode"

Passo 12

Duplique a layer de fundo (Layer> Duplicate Layer) e altere o "blending mode" da nova layer para Screen.

 

Fig. 13 - Alterar "Blending Mode"



Passo 13

Aplique o filtro "Find Edges" (Filter> Stylize> Find Edges).

Fig. 13 - Filtro "Find Edges"


Passo 14

Inverta a layer atualmente seleccionada (Image> Adjustments> Invert or Ctrl+I).


Fig. 14 - Inversão


Passo 15

Adicione uma layer de ajuste "Hue/Saturation" (Layer> New Adjustment Layer> Hue/Saturation). Use asseguintes definições:
Colorize: ativo
Hue: 100
Saturation: 100

Fig. 15 - Colorir

Resultado Final



Fig. 16 - Resultado Final


Outras opções


Pode experimentar ocultar o último passo de colorir como verde e será este o resultado:


Fig. 17 - Sem a parte de colorir

Ou inclusivamente reduzir a opacidade da layer verde (53%)

Fig. 18 - Reduzir a opacidade da layer verde


Fig. 19 - Resultado final com a opacidade reduzida

FIM

Como vê existe um mundo de possibilidades e resultados finais a explorar, dê os toques finais que mais gostar, espero ter sido útil obrigado e dê asas à sua imaginação! 


12. Como criar uma composição tipo " Blade Runner" com vidros partidos e balas? ( João Rosa)

Publicado a 03/06/2014, 01:02 por Joao Rosa   [ atualizado a 08/02/2017, 04:32 por Luis Pitta -org- ]




Fig. 1  " Blade Runner"
1º Passo

Tal e qual como todos estes trabalhos do Photoshop devemos começar com o fundo.
Logo a seguir teríamos de incluir os veículos aéreos pois sem estes não iria existir a ação principal deste desenho.

 
Fig. 2 Aeronaves

Após os veículos estarem incluídos, temos de tratar da origem das balas.

Fig. 3 Aeronaves em ataque

2º Passo

Depois, como todos os desenhos e fotografias, a personagem principal necessita de estar incluída para o desenho ganhar vida.
O que seria desta imagem sem a personagem principal.

Fig. 4 Modelo

Apesar de ela nos cativar com a sua elegância, beleza e postura, necessita de algo mais, tal como uma cor que a distinga no meio de toda a imagem.

Fig. 5 Modelo 2.0

3º Passo

Agora, necessitamos de colocar os elementos necessários na imagem para esta ganhar vida. Esta é uma das partes mais importantes pois vai dar-nos a conhecer toda a ação. Como já devem estar a pensar, estou a falar dos vidros.
Com as balas a sair dos veículos maior parte dos vidros do edifício devem ficar completamente destruídos, então começaremos com os vidros do chão e das janelas.

Fig. 6 Chão e janelas estilhaçados

Já ganha um certo ambiente! Agora quanto aos vidros que irão saltar no chão e das janelas devido ao impacto das balas.

Fig. 7 Vidros em pleno movimento

A imagem já começa a ficar muito mais importante apenas com estes pormenores. Apesar destes vidros ainda faltam aqueles que irão dar-nos a entender a movimentação das balas e também da ação. Estes são os primeiros vidros a serem afectados pelo poder de fogo destes veículos aéreos.

Fig. 8 Primeiros vidros a serem afectados.
Já tem muito mais vida!

4º Passo

Agora precisamos de identificar o grande poder de fogo das aeronaves. Para além disso, pela estrutura da imagem, as balas precisam de estar em perspectiva com a imagem.

Fig. 9 Balas 

Agora precisamos de focar a cena principal.

Fig. 10 Focamento

5º Passo

A imagem já se encontra bastante atractiva ao olhar mas necessita de algo mais.
Este passo é dedicado aos pormenores finais que são bastante importantes para o trabalho final.

Temos de dar algo apelativo ao olhar e também mostre a interligação das balas e vidros no momento da ação.

Fig. 11 Triângulos

À primeira vista não se percebe o que poderá vir a fazer na imagem, mas assim que se escolhe a opção divide do blending mode transforma-se numa beleza.

Fig. 12 Triângulos balas-vidros

Parece que os vidros e as balas ganharam vida.
A seguir, como último pormenor mas não menos importante, um pequeno detalhe que também trará um certo ambiente à cena - luzes ópticas.

Fig. 12 luzes ópticas

Ao princípio não se entende lá muito bem qual o propósito desta luz óptica mas assim que se escolhe  a blending mode, screen, dá-se uma grnade transformação.
Fig. 13 Luzes ópticas finais

E assim acaba a nossa " Blade Runner" desviando-se de todas as balas.

Aqui está um tutorial de 5 passos que pode ajudar na conceptualização e na história de todas as ideias deste tutorial.


PSD


19. Como transformar fotografias em lego? (Yuliya Golodynska)

Publicado a 02/06/2014, 13:33 por Yuliya G   [ atualizado a 02/11/2015, 05:38 por Luis Pitta -org- ]


Este tutorial mostra como fazer uma peça de lego, para depois utiliza-la como padrão na fotografia, ou seja, sobrepô-la em cima do pixel da imagem, dando a noção de mosaico.


Passo 1 

 Escolher uma fotografia e redimensioná-la para 2000x2000 pixels ( Image>Image Size )

Fig. 1 - Redimensionamento da imagem 



Passo 2 

 Duplicar a camada pressionando CTRL + J, de seguida clique com o botão direito do rato sobre a nova camada e seleccione 'Convert to Smart Object'


Fig. 2 - Conversão da nova camada para Smart Object.




Passo 3 

Vá para Filter> Pixelate> Mosaic e ajuste o tamanho do pixel. O tamanho que escolher será o mesmo das suas peças de lego.

Fig. 3 - Configuração dos pixeis da imagem. 




Passo 4 

Crie um novo documento carregando na tecla CTRL + N ou vá até File> New com o mesmo tamanho da configuração anterior

Fig. 4 - Configuração para criar um novo documento.



Passo 5 

Pressione Shift + Backspace ou carregue em Edit>Fill to Open e selecione '50% Gray' e em seguida 'OK'
Fig. 5 - Caixa de diálogo com configuração do novo documento



Passo 6 

Depois de seleccionar a ferramenta (U) e criar o círculo no centro, vá ao Layer> Layer Style> Blending Options e faça as mesmas configurações como aqui em baixo.


Fig. 6 - Configurações do Blending Options


Fig. 7 - Configurações do Blending Options (parte 2)




Passo 7 

Agora é necessário de converter a camada de fundo para uma camada regular, para isso carregue com o botão direito do rato e escolha 'Layer from Background'. A seguir, clique com o botão direito do rato sobre a camada de fundo e escolha 'Blending Options' e faça as mesmas configurações com no exemplo.

Fig. 8 - Configurações do Blending Options




Passo 8 

Agora, para transformarmos a nossa peça de lego em padrão, vá para Edit> Define Patern e coloque um nome.


Fig. 9 - Caixa de diálogo que diz respeito a criação do novo padrão.




Passo 9

 Crie uma nova camada de ajuste padrão, clicando em Layers> New Adjustement Layer> Pattern e escolha a peça de lego criada.

Fig. 10 - Escolha do padrão criado.




Passo 10 

 Mude o 'Blending Mode' da camada para 'Linear Light'

Fig. 11 - Mudança do Blending Mode para Linear Light.




Passo 11 

 Agora crie duas camadas, uma para mudar o tom e o outro para a cor, clique em Layers> New Adjustment Layer> Posterize e mova esta camada como esta na imagem. Altere, também, o Blending Mode para Luminosity e ajuste os Levels de 4 a 8

Fig. 12 - Configuração da cor, luminosidade e níveis.



Passo 12 

 Agora para comprimir a saturação das cores crie uma nova camada de preenchimento de cor vermelha carregado em Layers> New Adjustment Layer> Solid Colors ou entao como está no exemplo e modifique as configurações e defina o Blending Mode para Saturation.

Fig. 13 - Configuração da cor e da saturação



Evolução da imagem

(Clicar sobre a imagem para ver detalhadamente)



FIM


                                                                     Tutorial Original: http://www.photoshoptutorials.ws/photoshop-tutorials/photo-effects/turn-photos-lego-photoshop/#e57RJKlkT7V1L7Qv.99




16. Criar uma manipulação da foto de Alice no País das Maravilhas (Rita Almeida)

Publicado a 31/05/2014, 05:18 por Rita Almeida   [ atualizado a 02/11/2015, 05:33 por Luis Pitta -org- ]




O que iremos criar

Para criar esta imagem de Alice, vamos começar por criar a atmosfera. De seguida,começamos a adicionar itens como bules, xícaras e cartas entre outros. Por fim, vamos terminá-lo com uma correção de imagem e adicionar efeitos. Vai precisar de qualquer versão do Photoshop, inspiração e bom humor!

                     Resultado Final



Recursos para o tutorial


Passo 1

Comece por criar! Crie um novo documento. Vá a Arquivo> Novo ou Ctrl + N. Um documento em branco curto com tamanho de 2000 pixels de largura e 3000 pixels de altura. Eu dei o nome ao documento "Alice".




Passo 2

Vamos começar por adicionar o céu para a nossa manipulação. Vá a Arquivo> inserir e selecione a imagem do céu.


Passo 3

Após a adição do céu, de seguida, esticar, como mostrado na Figura. Para transformar o céu, pressione Ctrl + T ou vá em Ediart> Transformar> Escala. 



Passo 4

Para pôr o céu mais brilhante e destacar as bordas das nuvens, eu adicionei uma camada de ajuste para o céu. Vá a camada> Nova camada de ajuste> Brilho / Contraste e definir as configurações: Brilho 13, contraste 13.



Passo 5

De seguida, adicione uma outra camada> Nova Camada de Ajuste> Filtro de Fotos. Essas camadas fazem um céu com por do sol. Defina as configurações: filtro - filtro de aquecimento (85), Densidade: 17.



Passo 6

De seguida, adicione uma outra camada> Nova Camada de Ajuste> Matriz/ Saturação. 
Esta camada irá tornar a cor mais viva do sol. Defina as configurações: Saturação: 13, Luminosidade: +1. Agora o céu é mais brilhante com uma cor forte, que dá imagem um ar incomum.



Passo 7

Eu não gostei do céu do arquivo de origem, por isso decidi substituí-lo por um mais bonito e brilhante.
Adicionar céu Arquivo> Inserir.


Transforme-o para ajustar o documento. Para remover a transição brusca entre o fundo e um novo céu, adicione uma camada de máscara:


Passo 8

Escolha um pincel e defina as configurações: Tamanho: 500px, Dureza: 0%, opacidade: 50% de fluxo: 100%.



Passo 9

É necessário Clicar D no teclado para restaurar a cor da pintura preta na camada de máscara, removendo a transição brusca do céu para o horizonte.


Feito! Nesta fase, o cenário está completo. Estou satisfeita com o brilho do céu e a transição suave da cena resultante. Aqui está como ele deve sair. Não se esqueça de guardar o seu resultado do processo de trabalho usando as teclas Ctrl + S! Chegámos à criação das cartas de jogar a fazerem de estrada!


Passo 10

Faça o download da imagem das cartas de jogar. Abrindo no Photoshop ao pressionar as teclas Ctrl + S ou Arquivo> Abrir. Isso levará para a pasta no computador onde guardou a imagem.
De seguida, vamos cortar as cartas de jogar da imagem. Pegue na ferramenta laço no painel de ferramentas. Vamos usar essa ferramenta para cortar o papel.



Passo 11

Destaque a carta desejada e pressione Refine Edge. Mude o modo de mesclagem para Overlay (V). 
Assim pode ver onde seleciona a peça indesejada da carta de baralho e destacar deficiências na forma de um fundo branco. Pode removê-los, selecionando o pincel nesta janela. 
Agora defina as configurações como mostrado na foto para remover os solavancos e suavizando borda selecionada .


Após a aplicação, copie as cartas com Ctrl + C  para ir documentar o nosso trabalho.


Passo 12

Crie um grupo. Clique no painel camadas e dê o nome que quiser, no meu caso foi cards.
Depois insira o cartão. Pressionando Ctrl + V.




Passo 13

Depois de mover todas as cartas para o documento cards, coloque algumas cartas no canto inferior esquerdo. Pode alterar o tamanho da inclinação usando as teclas Ctrl + T. 


Para estrada parecer realista, organize as cartas com a inclinação, pode transformar algumas e organizá-las se afastando-as para longe.


Não tem que necessariamente seguir este tutorial. Crie a sua própria versão, se quiser.



FIM

14. Criar uma Cena Misteriosa com Planetas? (Marta Pereira)

Publicado a 30/05/2014, 17:52 por Marta Pereira   [ atualizado a 09/11/2015, 04:22 por Luis Pitta -org- ]






Cria esta cena surreal de uma cena obscura com planetas no fundo. Neste detalhado tutorial vais aprender como criar uma paisagem surreal, adiciona uma luz brilhante misteriosa e termina-o com árvores e uma família em primeiro plano.









                                     Resultado Final


Passo 1: Criar um novo ficheiro do Photoshop

Vamos começar pro criar um novo ficheiro no Photoshop. Cria o ficheiro com as seguintes definições:


Passo 2: Adicionar a Imagem do Campo

A primeira coisa que vamos adicionar à nossa manipulação é o campo. Vai a File > Place (vê a imagem em baixo como referência) e coloca a imagem do campo no nosso projecto.




Isto é o que deves ter agora no teu ecrã:





Agora pressiona a tecla Shift+Alt, clica no canto superior direito da imagem e arrasta o rato em direcção ao canto superior direito do ecrã. Isto vai redimensionar a imagem mantendo o seu centro. Tenta aumentar o tamanho da imagem do campo até às margens do nosso projecto.




Para confirmar as alterações clica em Enter ou clica no ícone de confirmação no topo da barra:
Agora vamos criar um layer com uma máscara para esconder a parte do céu desta imagem, pois não será necessária.
Com este layer seleccionado clica no botão "Add Layer Mask", assinalado na primeira imagem em baixo. A segunda mostra como o teu painel de layers deve estar:




Agora selecciona a ferramenta "Brush" (Pincel), vê a imagem em baixo.
Podes também usar a tecla de atalho B.




Mantém a Opacidade ("Opacity") e o Fluxo ("Flow") do pincel a 100% (as ferramentas estão localizadas no painel de topo):
Vamos pintar a parte do layer, que tem céu com preto, para escondermos partes da imagem que não queremos de uma forma indestrutível. Para seleccionar facilmente o preto enquanto pintas na layer mask, clica em D para redefinir as cores da palete, e depois clica X para trocá-los e colocar o preto como cor dominante.




Com o lado direito do rato clica num sítio qualquer da imagem para mudar o tamanho e a dureza do pincel. Mantém o tamanho entre os 200-400 px (para ajudar a pintar algumas partes, podes reduzir o seu tamanho) e mantém sempre a dureza nos 0%.
Aqui estão algumas teclas de atalho para acelerares o trabalho:
  • Para aumentares o tamanho do pincel, pressiona ]
  • Para diminuíres o tamanho do pincel, pressiona [



Pinta o céu todo e algumas partes das montanhas com preto. Vê a imagem abaixo para tentares obter um resultado semelhante.




Acabámos a parte do campo. Se tiveres um layer de Background, como eu, clica nele e arrasta-o para o ícone da Reciclagem, de modo a apagá-lo (observa a imagem em baixo como referência).




Agora a tela deve estar transparentes em vez de branca:


Passo 3: Adicionar o céu

Vamos adicionar o céu ao nosso projecto, para isso, vai outra vez a "File > Place" e selecciona a imagem que contém o Planeta Grande ("cosmos1_0009").



Sempre que no projecto colocas uma imagem (através de "File > Place"), automaticamente tens o controlo da ferramenta "Free Transform". Esta é uma ferramenta muito comum e permite-te mover, rodar e redimensionar a tua imagem, funcionando do seguinte modo:
  • Para mover a imagem, clica num lado qualquer dentro do rectângulo e arrasta-a
  • Para rodar a imagem, clica num sítio qualquer fora do rectângulo e arrasta o rato em torno da imagem
  • Para redimensionar a imagem, clica num dos cantos do rectângulo e arrasta-o. Para manter a proporções, pressiona a tecla "Shift" durante o processo.
Vamos começar com uma rotação. Roda a imagem de acordo com as instruções dadas em cima e lembra-te de pressionares a tecla "Shift" enquanto o fazes, para que a rotação seja feita com intervalos múltiplos de 15º.



Roda o planeta 90º para a direita, como na imagem:




Agora clica neste layer e arrasta-o para debaixo do layer do campo.




Agora vamos aumentar o tamanho desta imagem, para preencher toda a tela. Pressiona "Shift", clica no canto superior direito da imagem e arrasta-o em direcção ao canto superior direito do ecrã.




Depois de redimensionar a imagem, arrasta-a para baixo, clicando num lugar dentro do rectângulo e puxa-a para baixo.
Vê a imagem em baixo é o resultado deste passo:


Passo 4: Adicionar o primeiro planeta

Neste passo vamos adicionar o planeta grande ao nosso projecto. Como estamos a trabalhar com "Smart Objects", fazemos isso facilmente, basta fazer uma cópia do layer do cosmos, arrastando este layer para o ícone assinalado na imagem em baixo:




Agora pressiona "Ctrl + T" para utilizar a ferramenta "Free Transform" (ou vai a "Edit > Free Transform"). Para se ver o planeta movemos esse layer para cima, como na imagem.




Escolhe a ferramenta "Elliptical Marquee" (Atalho: M), para seleccionar a parte da imagem que queremos trabalhar (o planeta) e apagar o resto.




Agora temos que fazer uma selecção redonda do planeta.
Vê as instruções abaixo e tenta ser o mais preciso possível na selecção.
  • Pressiona "Shift" para criares um circulo.
  • Pressiona Barra de Espaço para moveres a selecção
  • Faz corresponder a selecção ao planeta



Com a selecção feita, cria uma nova layer mask na imagem, clicando no botão "Add Layer Mask".




O resultado final deve ser este.


Passo 5: Adicionar o segundo Planeta

Para adicionar o segundo planeta ao projecto, segue o processo realizado anteriormente.
Vai a "File > Place" e escolhe a imagem "cosmos1_0001. jpeg"




Arrasta a imagem um bocado para cima para conseguirmos fazer uma selecção à volta do planeta.




Escolhe a ferramenta "Elliptical Marquee" outra vez e para seleccionar este planeta, realiza os mesmos passos que fizemos com o anterior.




Com a selecção feita, cria uma nova layer mask na imagem, clicando no botão "Add Layer Mask".




Aqui está o resultado:




Agora temos que redimensionar, rodar e mover o planeta. Para isso utiliza a ferramenta "Free Transform" ("Ctrl"+T") e observa a imagem em baixo:

- Lembra-te de pressionar sempre o "Shift" quando alteras o tamanho da imagem, para que as proporções se mantenham.

Depois de redimensionado, arrasta o planeta para a sua posição.





O passo final é rodar a imagem. Com a ferramenta "Free Transform" ainda activa e baseando-te nas instruções da imagem a seguir, roda o planeta ( clica e arrasta fora do rectângulo):

- Desta vez não é necessário pressionar "Shift" ao fazer a rotação.





Resultado final da imagem e do painel de layers:



Passo 6: Melhorar os nossos layers

Antes de continuar vamos arranjar o nosso painel de layers. Para começar altera o nome dos layers para algo que os represente. Para mudar o nome de um layer faz um clique duplo no seu nome. Aqui estão as minhas nomenclaturas:




Depois de mudar os nomes, selecciona-os (clica no primeiro, pressiona "Shift" e clica no último) e arrasta-os para o botão "Create new Group".




Designa Imagens a este grupo.


Passo 7: Adicionar a floresta

A parte de manipulação de imagem do nosso projecto já está terminada, agora vamos trabalhar apenas com pincéis. Vamos começar por adicionar a floresta aolado direito da nossa imagem.
Se não estás familiarizado com instalação e utilização dos pincéis do Photoshop, a minha sugestão é que vejas este vídeo: 
Agora que sabes como instalar e utilizar os pincéis no Photoshop, podes fazer o download e a respectiva instalação dos quatro pacotes que vamos precisar para os próximos passos. São dois pacotes de árvores, um de arbustos e outro de pessoas.
Depois de tudo isto feito, cria umnovo layer no projecto e designa-o como Forest.




Agora carrega no painel dos pincéis os dois pacotes de silhuetas de árvores.



 
Assegura-te de que o preto é a tua cor dominante (Pressiona D), deixa a opacidade a 100% e começa a criar a floresta.

- Tenta atingir um efeito "fade away" (árvores mais altas na frente e as mais pequenas atrás)
- Não sobrecarregues a imagem, tenta manter um equilíbrio, onde o espectador consegue identificar as árvores.
- Podes usar o tipo de árvores que quiseres, mas mantém um certo padrão (se começares com árvores sem folhas, continua dessa maneira)
- Podes utilizar o mesmo pincel mais que uma vez, mas utiliza-o com diferentes tamanhos e coloca-os em diferentes sítios


Em baixo está o processo (passo-a-passo) de como eu fiz o meu:




Passo 8: Adicionar arbustos

Agora vamos fazer a mesma coisa que fizemos no passo anterior, mas desta vez com arbustos.
Primeiro carrega o pack de arbustos no Photoshop.

Cria um novo layer, clicando no botão "Add new layer" (atalho: Ctrl+Shift+Alt+N) e chama-lhe Bushes.




Coloca este novo layer debaixo do layer Forest.

Coloca o preto como a tua cor de primeiro plano (Pressiona D), deixa a opacidade a 100% e começa a pintar.
Tenta seguir a mesma ideia utilizada com as árvores, maiores na frente, pequenas atrás e tenta criar um pequeno grass para as árvores. Aqui está passo-a-passo:




Passo 9: Pintura do campo

Vamos começar a parte da pintura com o campo. Primeiro clica no botão "Create a new group" (atalho: "Ctrl+G") e nomeia-o Field.




Depois clica no botão "Create a new layer" (atalho: "Ctrl+Shift+Alt+N") e coloca o novo layer dentro do Grupo Field, que acabámos de criar.


Agora vamos adicionar algumas sombras ao nosso campo. Com o preto como cor definida (atalho D), usa um pincel de 0% de dureza para pintar partes, como na imagem em baixo:





Cria novamente um novo layer e coloca-o em cima do já existente.




Com o preto, outra vez, pinta a parte pintada na imagem seguinte:





Para melhorar adiciona um "Gaussian Blur" (Filter > Blur > Gaussian Blur).





Define o raio a 80 px




E este é o resultado:



Agora vamos começar a adicionar algumas cores à imagem. O processo vai ser repetitivo, mas o lado positivo é que é bastante fácil de fazer e é basicamente o processo que fizemos em cima. Vamos criar um novo layer, adicionar algumas cores, suavizar o efeito com um "Gaussian Blur" e fazer tudo novamente para o próximo layer.

Para acelerar o processo tenta usar estas teclas de atalho:
  • Ctrl+Shift+Alt+N para criar um novo layer
  • Ctrl+G para criar um novo grupo
Se tiveres um tablet usa-o, porque facilita o processo, pois é capaz de controlar a opacidade em tempo real enquanto pintas. Se não tens segue estas dicas para te ajudar nesta parte:
  • Utiliza sempre um pincel com 0% de dureza
  • Deixa a opacidade baixa (20-50%)
  • Não faças traços longos com o pincel, tenta fazer vários pequenos
  • Ctrl+Z vai apagar o último traço
  • Utiliza Ctrl+Alt+Z para apagar mais do que um traço
  • Quando aplicares o Gaussian Blur, tenta novos valores no raio
  • Se achares que o efeito é muito forte, mesmo depois do Gaussian Blur, reduz a opacidade do layer para cerca de 50-75%




Para alterar a sua cor dominante faz duplo clique no quadrado de cor no painel esquerdo. A maneira mais fácil de mudar a sua cor é digitar o código hexadecimal (assinalado em baixo) no seleccionador de cores.


Com essa cor seleccionada e usando o layer que acabámos de criar, tenta pintar uma coisa parecida com esta:





Aplica um Gaussian Blur de 80 px





E este é o resultado:





Agora continua a seguir o mesmo procedimento nos próximos passos:












Neste passo vamos pintar com branco puro. Para aceder rapidamente à cor branca pressiona D e de seguida X.




E no final deste passo, a tua imagem deve estar semelhante a esta. Lembra-te: a tua imagem não tem de estar igual à minha, apenas parecida.

Passo 10: Pintura da floresta

Agora vamos pintar o lado direito da nossa imagem, a floresta. As cores serão semelhantes às utilizadas no lado esquerdo da imagem e o processo vai ser exactamente o mesmo. Antes de começar, em prol da organização, cria um novo grupo com o nome Forest.




Cria um novo layer e coloca-o dentro do grupo que criámos ainda agora.











Para criar o efeito de relâmpago entre as árvores, usa o "Montion Blur" em vez de "Gaussian Blur".
Vai a Filter > Blur > Motion Blur.



 
Define o ângulo a -28º e a distância a 300 px.


E aqui está o nosso efeito:


















Para terminar este passo, vamos criar uma layer mask neste grupo, para corrigir algumas partes da imagem.
Selecciona o grupo Forest e clica no botão "Add layer mask".




Agora pinta com preto as áreas que não queremos que sejam afectadas pela luz, como os troncos das árvores da frente. Observa a imagem em baixo, onde está o resultado final, com as partes da imagem que tens que pintar.




E isto é como o teu painel de layers deve estar:


Passo 11: Pintura do planeta grande

Estamos a chegar ao fim. Cria novamente um novo grupo, designa-o "Big Planet" e adiciona-lhe um layer.



Agora abre o grupo Imagens e arrasta o layer "Small Planet" para o topo da nossa lista.




Arrasta também, o grupo Big Planet, que acabámos de criar, para debaixo do grupo Images.



Selecciona o layer que criámos dentro do grupo Big Planet e começa a pintar.







Neste passo vamos pintar a maior parte do planeta com preto, pressiona D, para teres fácil acesso ao preto como a como cor a utilizar.







Como podes ver na imagem acima, é preciso melhorar a luminosidade no topo das árvores. Para isso selecciona a "layer mask" que criámos anteriormente (do grupo Forest) e pinta com preto puro essa parte. Podes ter como referência a imagem em baixo:



E agora podemos regressar ao grupo Big Planet, criar um novo layer e continuar a pintura:







O preto que pusemos no céu, agora é um bocado escuro, por isso abre o grupo Field e procura esse layer.
No meu caso é o Layer 2.




Depois de o encontrares, reduz a sua opacidade para 75%




O resultado deve ser um preto escuro como este:





Agora volta para o grupo Big Planet e vamos acabar a pintura do primeiro planeta.



Neste passo vamos pintar com branco puro. Para um acesso rápido à cor pressiona D e de seguida X.




Passo 12: Pintura o planeta pequeno

Esta é a última parte do nosso processo de pintura. Cria um novo grupo, chamado Small Planet e coloca o layer Small Planet dentro deste.


Cria um novo layer e coloca-o no topo do novo grupo.



Agora pressiona "Alt" e clica no espaço entre os dois layers. Se fizeste isto correctamente deves ver um sinal (evidenciado na imagem abaixo) ao lado do layer, o que significa que esse layer agora está anexado ao de baixo, ou seja, todas as pinturas que fizeres vão alterar apenas o layer em questão.





Finalmente, altera a cor dominante e pinta:




Cria um novo layer e coloca-o no topo da lista dentro do grupo Small Planet e anexa-o ao layer anterior (Hold "Alt" e clica entre os layers)




Cria um novo layer dentro deste grupo, mas desta vez arrasta-o para baixo do layer Small Planet.




Cria um novo layer e coloca num lugar qualquer sob o layer Small Planet, mas ainda dentro do mesmo grupo.



Dentro do mesmo grupo cria um novo layer e coloca-o no topo.




Neste passo vamos pintar com branco puro. Para um acesso rápido à cor pressiona D e de seguida X.







Cria um novo layer e coloca-o num sítio qualquer, sob o layer Small Planet




É um bocado difícil de ver, mas desenha uma linha estreita no canto esquerdo do ecrã.





Vamos adiciona, novamente Gaussian Blur. Vai a Filter > Blur > Motion Blur e escolhe um ângulo  e uma distância, respectivamente, de 0º e 2000 px.





Com o mesmo layer activo, adiciona um Gaussian Blur com 75 px de raio.



E aqui está o resultado:




Dentro do mesmo grupo cria um novo layer e coloca-o no topo.



Este próximo passo é difícil de ver, mas faz uma grande diferença no final. Selecciona branco como cor dominante (Pressiona D e X, para acesso rápido) e pinta uma linha vertical no canto da imagem (no mesmo sítio que pintámos no outro passo).




Cria um novo layer e coloca-o num sítio qualquer, sob o layer Small Planet



E isto é como a tua imagem se deve estar a parecer depois de todas as pinturas:


Passo 13: Adicionar a família

Vamos desenhar a família num novo layer, por isso começamos por aqui.



Carrega os pincéis que contém as silhuetas de pessoas, as quais fizemos download para o Phtoshop e selecciona a que está evidenciada na imagem:


Define o tamanho do pincel a 50 px e desenha uma família no lado esquerdo da imagem:





Faz uma cópia deste layer, arrastando-o para o botão "Create a new layer" (ou selecciona o layer e pressiona "Ctrl"+J)




Com a cópia do layer seleccionado vai a "Transform > Flip vertical".





Agora utiliza a ferramenta "Move" (atalho: V), para colocar a sombra debaixo da família.





Pressiona "Ctrl+T" ou vai a Edit > Free Transform para utilizar a ferramenta Free Transform. Um clique direito dentro do rectângulo e escolhe "Distort"





Agora arrasta um bocado os cantos inferiores direito e esquerdo para o lado esquerdo da imagem, como mostra na imagem:




Reduz a opacidade deste layer para 50%





E temos a sombra:





Agora cria uma layer mask no layer da sombra, clicandono botão "Add layer mask"





Utiliza o pincel (atalho: B) com 0% de dureza e a opacidade a 50% e pinta algumas áreas a preto. O resultado deve ser uma sombra mais suave (mais realista):




E isto é como a imagem deve parecer:


Passo 14: Ajustamento Finais

O último passo da nossa manipulação, vamos acrescentar alguns ajustamentos para melhorar o resultado final da imagem. Começa por juntar todos os layers usando as teclas de atalho Ctrl+Shift+Alt+E. Lembra-te de seleccionar o primeiro layer do painel antes de os juntar. 



Agora aplica um Gaussian Blur com raio de 60 px (Filter > Blur > Gaussian Blur).



Altera o modo "blending" do layer para "Screen" e reduz a opacidade para cerca de 20%



Faz uma cópia deste layer, arrastando-o para o botão "Create a new layer" (ou selecciona o layer e pressiona "Ctrl"+J)



Altera o modo "blending" do novo layer para "Multiply" e reduz a opacidade para cerca de 10%



E o resultado deve ser:





Selecciona o primeiro layer do painel e volta a juntá-los a todos de novo, usando a tecla de atalho Ctrl+Shift+Alt+E.



Com este layer seleccionado vai a Filter > Render > Lens Flare.





Muda o ponto do meio deste efeito para o local evidenciado em baixo, e reduz o seu brilho para 50%.



Este é o resultado:





Com o mesmo layer seleccionado, vai a Filter > Render > Lightining Effects





Utiliza a imagem em baixo como referência e altera o ponto central do efeito, aumenta a largura e define a intensidade para 45. Deixa o resto das definições predefinidas.






E este é o resultado final:

07. Como transformar uma fotografia em Pop Art? (Carolina Fulgêncio)

Publicado a 25/05/2014, 06:17 por Carolina Fulgencio


Fig. 1 - Fotografia após transformação.

18. Harsh Lighting (Sara Carvalho)

Publicado a 24/05/2014, 10:49 por Sara Carvalho   [ atualizado a 18/11/2015, 05:27 por Luis Pitta -org- ]

Saiba como adicionar um estilo de alto contraste em qualquer foto utilizando camada de ajuste “Black & White” do Photoshop CS3.

Este efeito de fotografia imita o efeito de iluminação “dura” normalmente visto em retratos urbanos ou fotografias de moda.
Este tutorial fornece também uma forma alternativa para a realização deste efeito para utilizadores do Photoshop CS2 ou versões anteriores.


Imagem 1 - Resultado Final.

17. Como criar fotografias de dupla exposição no Photoshop? (Romana Soares)

Publicado a 23/05/2014, 17:30 por Romana Soares

As fotografias de dupla exposição estão a tornar-se cada vez mais populares e podem até ser encontradas como opção em algumas câmaras digitais.

Criar o nosso próprio efeito no Photoshop é bastante fácil no entanto, nem sempre fica bem.

Neste tutorial, vais aprender como criar facilmente a tua própria fotografia de dupla-exposição e alguns truques para adquirir sempre resultados perfeitos.

Podes encontrar em anexo todas as fotografias utilizadas para a realização deste tutorial!


Imagem Final: Fotografia de dupla exposição

04. Como criar o efeito de pixelização em triângulo? (Ana Tourais)

Publicado a 23/05/2014, 01:41 por Ana Tourais

Atualmente o efeito de pixelização tem se tornando bastante popular no meio da manipulação da imagem. Sendo um efeito simples e relativamente fácil de utilizar graças a softwares como o Photoshop, cada vez mais pessoas recorrem a este tipo de efeito para alterar as suas fotografias de forma original e interessante. Consequentemente, o impacto inicial que o valorizava pela diferença, tem vindo a perder intensidade, e o efeito tem começado a tornar-se vulgar. 


No entanto, este é um problema de fácil resolução já que a mesma ferramenta que o tornou tão acessível, possibilita igualmente outros efeitos que o valorizam novamente. É o caso da pixelização em triângulo, em vez de quadrados. 

Apresento em baixo um tutorial relativamente fácil, com resultados incríveis.


Resultado Final








Nota: Clique nas imagens para aumentar. 

1-10 of 11