Audio (Som)‎ > ‎

Como fazer uma boa locução?

Publicado a 23/02/2018, 01:36 por Luis Pitta -org-   [ atualizado a 23/02/2018, 03:07 ]
Como fazer uma boa locução?

É importante ter em mente que não é necessário termos apenas uma voz grave e aveludada, para se ter uma voz bonita e uma boa locução. É claro que se tivermos esse privilégio fisiológico será mais um fator contribuinte para uma boa locução.

O mais importante para se fazer uma boa locução é termos uma boa dicção, articulação e interpretação de tudo o que se fala ao microfone, de forma que, quem estiver ouvindo entenda com clareza e sinta toda a emoção que o criador do texto ou do comercial quer transmitir.

Para todos esses objetivos serem atingidos e para obter um trabalho final com qualidade, existem outros fatores além da locução que precisam ser atentados, tais como:

Bom funcionamento do microfone – Teste o microfone antes de começar o seu trabalho, e veja se a captação dele está adequada.
Posicionamento do microfone de forma correta junto ao locutor – Regule o microfone de forma a ficar em uma distância e altura agradáveis para que haja boa projeção da voz do locutor na execução da locução, e que a voz seja captada com boa qualidade.

Distância correta – A distância correta em uma locução é muito importante para que não haja saturação na capacidade de captação e nem distorção no áudio, e evita os “pufs”.
       Para microfones com captação unidirecional, ou seja, captação da voz com qualidade na posição frontal, deve-se ficar de 10 a 20 cm de distância do microfone.
       Para microfones mais sensíveis, os chamados multidirecionais deve-se ficar a pelo menos 1 metro de distância.

Estar relaxado e com os músculos envolvidos na fonação distensionados para fazer a locução:

É muito importante que na hora em que for feita a locução os músculos envolvidos na fonação devem estar distensionados e relaxados, e para que isso ocorra existem alguns exercícios fáceis de serem executados e que trazem um ótimo resultado.

1º Circular os ombros para frente e para trás.

2º Elevar os ombros e soltá-los relaxando.

3º Massagem nos ombros com a mão.

4º Massagem na nuca.

5º Inclinar a cabeça para frente e para trás.

6º Elevar os braços, unindo as mãos sobre a cabeça estirando o corpo.

7º Massagem na planta do pé.

8º Levantar a língua contra o céu da boca. Sentir a tensão. Lentamente deixe-a relaxar e voltar a posição normal.

Ler o texto pelo menos três vezes antes de começar a locução: É muito importante que se leia o texto antes da locução para atentar se há nomes estranhos ou desconhecidos do seu vocabulário, e se há alguma palavra que seja em outro idioma ou de pronúncia diferente.

Para não se perder na ênfase de palavras, pausas e respiração no texto podem ser marcadas com uma barra ” / “ os pontos do texto onde serão feitas as pausas para respiração, e para dar ênfase a alguma palavra ou frase pode-se sublinhar a“palavra”.

Acreditar no que está a ler: Depois de ter lido, entendido e compreendido o texto, é importantíssimo que o mesmo seja interpretado de forma a passar pela voz do locutor todo o sentimento do texto, sentindo-se tudo aquilo que o texto transmite: felicidade, tristeza, raiva, animação ou somente uma informação. É indispensável que o locutor acredite naquilo em que estiver falando, desta forma o locutor passará credibilidade e confiança ao seu ouvinte.

Respiração: É necessário evitar tomadas de ar muito fortes e bruscas na hora da locução pois o microfone amplifica os sibilados da voz, os ruídos provocados pela boca e alguns tipos de ruídos provocados pela língua, dentro da boca, durante a pronuncia. 


Retirado de: https://acordocoletivo.org/