Sobre o autor

Sou a Tetyana Golodynska do 12º6ª da escola secundária José Gomes Ferreira e frequento o curso de artes visuais.

O porquê do titulo?

"Pequeno grande trampolim", foi o título que eu escolhi para a minha fotomontagem, pois parecia ser um salto num trampolim e achei que dava mais humor à minha composição.

O porquê da imagem de fundo?

Escolhi a imagem de fundo uma estrada porque, na minha perspectiva, achei que o salto se enquadrava bem nesse fundo, de forma a parecer que estava a saltar no meio da estrada.

A memória descritiva do trabalho

Nesta PT4, foi-nos proposto tirar várias fotos a saltar, para depois inserirmos num fundo à nossa escolha e expormos o nosso trabalho no bloco C. Começamos a realizar-lo no final do 1º período, numa aula de multimédia de segunda-feira. Antes de irmos para o exterior, o professor apresentou um powerpoint da sua autoria, para aprofundarmos um pouco os nossos conhecimentos sobre fotografia, nomeadamente, o ISO, a velocidade e a abertura do diafragma. Realizamos 3 exercícios e um teste de escolha múltipla sobre aquilo que aprendemos na aula. Nesse teste obtive um resultado de 90%. Pesquisamos também fotografias na internet e inspiramo-nos em algumas de Henri-Carter Bresson e no criador do termo jumpologyPhilippe Halsman. Depois disso, saímos da sala, ajustamos a máquina de acordo com os valores pedidos e colocamos no modo 'S' (prioridade ao obturador), no caso da Nikon, e fomos tirar as primeiras fotografias a saltar uns aos outros, alguns com a sua máquina, outros com a do professor. Como o 1º período estava a terminar, tivemos que adiantar o trabalho nas férias. Fui, várias vezes, com colegas minhas, tirar as fotografias, para poder ter umas que realmente gostasse e que servissem para o trabalho. Todas essas fotos tiveram que ser colocadas no google+, na pasta PT4 - Brutos50, e partilhadas com o mundo para o professor poder avaliar. De seguida, elegemos 3 fotografias que gostamos mais e ordenamos por ordem de preferência. No Photoshop, com a ajuda dos tutoriais dos nossos colegas, recortamos cada um desses saltos e colocamos num fundo diferente, à nossa escolha e, por fim, fomos imprimir a composição que gostamos mais. Este foi exposto no anfiteatro, para outros alunos terem a possibilidade de o ver.